Sales Coaching

Como começar a escrever um livro ou artigos

Compartilhe este Post:

Share on facebook
Share on linkedin
Share on twitter
como começar a escrever um livro

Nunca foi tão fácil escrever e publicar. Não me refiro aos posts (textão) do Facebook, sim às redes como LinkedIn e Quora. Para quem escreve artigos, elas facilitam a vida ao oferecer uma plataforma de conteúdo relevante com milhares de leitores. É a democracia da informação. Quem julgará a qualidade do texto é o próprio leitor. Mas como começar a escrever um livro?

Já quem tem a vontade de escrever um livro e publicá-lo, também de forma independente, não precisa mais negociar com uma editora. Há plataformas para o escritor produzir, publicar, distribuir e comercializar seu próprio livro – digital ou impresso. O  meu livro sobre startups, por exemplo, foi publicado dessa forma pela Kindle Direct Publishing da Amazon. Outros exemplos são a alemã Bookwire, presente no Brasil desde 2017, que distribui de forma global livros digitais de editoras do mundo todo, e a brasileira Bok2, que faz o processo de publicação, impressão e venda de livros físicos. Para ambas, o próprio escritor pode ser a editora e é ele o cliente.

Ok, mas como começar a escrever?

É comum eu ouvir das pessoas, quando em conversas sobre minha atividade paralela como escritor, que elas também gostariam de escrever. Boa parte delas já tem o básico para começar: boas ideias e, especialmente, muita vontade. Pensei o que poderia estar travando esse desejo e, na ausência de resposta, cheguei à conclusão que seria melhor compartilhar meu método e meu aprendizado.

O hábito da escrita é uma consequência da leitura contínua. É o exercício de organizar as ideias entendendo como os outros o fizeram. Já aconteceu de você se identificar com escritores pela forma como eles desenvolvem o conteúdo? Comigo acontece assim. Conforme o tipo de leitura, seja um artigo, um livro de negócios ou de literatura, é comum gostar mais daquele escritor que aprofunda o assunto ou daquele que, justamente pelo contrário, tem o poder da síntese.

Dica: encontre a abordagem com a qual você se sente mais à vontade e adote as melhores práticas. Você pode escrever como um participante ou como um observador.

O meu primeiro livro.

Business Intelligence (BI) foi o assunto do meu primeiro livro, publicado em 2004 pela Cultura. Ele foi fruto de uma temporada escrevendo sobre BI no portal Baguete Diário. Fui convidado por seu fundador, já falecido, Gilnei Marques, a compartilhar minha experiência vivida em diversos projetos envolvendo a tecnologia. Ele era meu mentor e me ajudava na revisão dos textos.

Dica: escreva sobre algo que seja verdadeiramente do seu interesse e que você domina. Encontre alguém que ajude você nas revisões e nas críticas.

Escrever é um processo e tem método.

A organização das ideias inicia pela coleta das informações. Eu, ao desenvolver um artigo, por exemplo, costumo escrever em um caderno, à mão livre mesmo, frases soltas sobre o assunto. Depois eu agrupo as frases por temas que podem virar um parágrafo. Dá uma olhada nas frases que fui anotando para escrever este artigo:

  • A facilidade de publicar um artigo.
  • A democracia das redes sociais.
  • Muitas pessoas querem escrever, mas têm medo.
  • Você aprende a escrever escrevendo.

Dica: as ideias não chegam de uma vez só. Ajude a sua criatividade organizando aos poucos o conteúdo da ideia que você vai desenvolver.

Você já deve ter lido artigos que usam termos técnicos e jargões. Ainda mais se você é do mercado de tecnologia da informação. Reconheço que nós adoramos acrônimos. Isso, pra quem não é do mesmo mercado, pode ser desconfortável e atrapalha a compreensão do texto. Ainda mais nesta democracia das redes sociais.

Dica: evite jargões profissionais e termos técnicos. Se for preciso usá-los, explique na mesma linha, de preferência com exemplos.

Não faltam boas dicas de melhores práticas em relação a simplicidade, a excessos, a estilo, a público. Eu mesmo aprendi (e aprendo) muito também com os erros. Leio meus artigos publicados em revistas de tempos atrás e fico com um sentimento antagônico de vergonha e orgulho. O quanto antes você começar, mais tempo você terá para aprimorar seu estilo e sua prática!

Os livros que ensinam a escrever.

A dica final que deixo para você são as recomendações de leitura para quem quer realmente começar a escrever ou aprimorar e se aprofundar na prazerosa atividade da escrita. Você pode começar seus estudos por estes três livros que ensinam a a escrever:

Como começar a escrever

Como escrever bem – o clássico manual americano de escrita jornalística e de não ficção (William Zinsser).

Como começar a escrever

Start writing your book today – A step-by-step plan to write your nonfiction book, from first draft to finished manuscript (Morgan Gist MacDonald).

Como começar a escrever
Para escrever bem (Maria Elena e Maria Otilia)

Se você quiser compartilhar comigo o seu primeiro artigo e se não for pretensão da minha parte poder ajudá-lo na revisão, conte com o mentor e mande um Whatsapp 🙂

Boa escrita!

Marcos Mylius

Marcos Mylius

Mais de 25 anos de carreira na área de Vendas em empresas líderes da indústria de Tecnologia da Informação como Microsoft, IBM, Oracle, SAP, TOTVS e Resultados Digitais. Especialista em vendas complexas para empresas (B2B - Business to Business). Sou um apaixonado pelo conteúdo de vendas, geração de valor e Social Selling.

Marcos Mylius

Marcos Mylius

Mais de 25 anos de carreira na área de Vendas em empresas líderes da indústria de Tecnologia da Informação como Microsoft, IBM, Oracle, SAP, TOTVS e Resultados Digitais. Especialista em vendas complexas para empresas (B2B - Business to Business). Sou um apaixonado pelo conteúdo de vendas, geração de valor e Social Selling.

4 respostas

  1. Marcos,
    Agradeço por compartilhar sua experiência de forma prática, honesta, conscienciosa e sensivel.
    Artigos como este, são capazes de aflorar ou despertar, escritores adormecidos.
    E que despertem!

  2. Marcos,
    Obrigado por suas dicas e interesse em despertar escritores em potencial. Escrever para mim sempre foi um grande desafio, mas, vou me arriscar nesta trefa grandiosa e sublime..

  3. Marcos,
    Obrigado por suas dicas e interesse em despertar escritores em potencial. Escrever para mim sempre foi um grande desafio, mas, vou me arriscar nesta tarefa grandiosa e sublime..

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

seis − 4 =

Marcos Mylius Blog

Marcos Mylius

Escritor, Instrutor, Palestrante Especialista em Vendas B2B

SOCIAL SELLING 4.0

Avaliação 5 Estrelas na Amazon

SALES COACHING B2B

PUCRS – Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul

Últimos Posts

Siga a Página

Cursos Online

Conheça Mais

Blog de Vendas e Marketing B2B

Conteúdo exclusivo da Sales Coaching para você Atrair, Engajar e Conquistar clientes

Faça seu cadastro no formulário ao lado e receba todas as novidades e conteúdos exclusivos da Sales Coaching.

    Nome*
    E-mail*